Senador flagrado com dinheiro na cueca pede para sair da vice-liderança do governo

Diante das pressões vindas do Palácio do Planalto, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo da PF e flagrado com dinheiro na cueca em sua residência, pediu nesta quinta-feira (15) para deixar a vice-liderança do governo no Senado

Chico Rodrigues e Jair Bolsonaro
Chico Rodrigues e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247-  Diante das pressões vindas do Palácio do Planalto, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de uma operação da Polícia Federal e flagrado com dinheiro na cueca em sua residência, pediu nesta quinta-feira (15) para deixar a vice-liderança do governo no Senado.

A informação foi passada ao blog do Valdo Cruz, no portal G1, pelo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE).

"Ele acabou de entrar em contato comigo, tomou a iniciativa de pedir afastamento do posto, para se defender. Já encaminhei o ofício sobre sua saída à Secretaria de Governo", afirmou Fernando Bezerra.

Saiba mais 

Jair Bolsonaro mandou afastar o vice-líder do governo no Senado, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado pela Polícia Federal com R$ 30 mil em dinheiro vivo na cueca, de acordo com o blog do Valdo Cruz. O parlamentar foi algo de uma operação nessa quarta-feira (14) contra desvios de recursos públicos 

Segundo assessores, Bolsonaro pediu providências ao líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), para a saída do senador do grupo de vice-líderes.

"O presidente reagiu irritado. Mandou afastar o senador, ele não pode ficar. O ideal é que ele se antecipe e deixe o posto. Mas, se isso não acontecer, ele vai ser simplesmente afastado do grupo", afirmou um assessor presidencial.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247