Senadores preparam ação contra Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética

Senadores se articulam para apresentar uma representação contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) no Conselho de Ética da Casa, depois da quebra do seu sigilo bancário por suspeitas de irregularidades; pelo menos cinco parlamentares da oposição já consultaram a mesa diretora sobre a possibilidade de pedir a cassação do filho do senador; MP do Rio identificou indícios de lavagem de dinheiro nas transações imobiliárias feitas pelo filho do presidente Jair Bolsonaro

Senadores preparam ação contra Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética
Senadores preparam ação contra Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética (Foto: Pedro França)

247 - Senadores se articulam para apresentar uma representação contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) no Conselho de Ética da Casa, depois que o Ministério Público pedir a quebra do seu sigilo bancário por suspeitas de irregularidades.

Pelo menos cinco parlamentares da oposição já consultaram a mesa diretora sobre a possibilidade de pedir a cassação do parlamentar. Os membros do colegiado podem simplesmente rejeitar o processo. Tudo vai depender, mais uma vez, da articulação do governo, que, quando for o caso, precisará trabalhar junto aos partidos para que indiquem parlamentares aliados do Palácio do Planalto. O Conselho de Ética do Senado, no entanto, ainda não foi instalado.

O Ministério Público do Rio identificou indícios de lavagem de dinheiro nas transações imobiliárias feitas pelo filho do presidente Jair Bolsonaro, durante o como deputado na Assembleia Legislativa (Alerj). Segundo a Promotoria, o parlamentar lucrou R$ 3,08 milhões com compra e venda de imóveis entre 2010 e 2017, quando adquiriu 19 apartamentos e salas comerciais pelo valor de R$ 9,4 milhões.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247