Serra cerca Aécio e admite concorrer pelo PSDB

Ex-governador afirmou que poderia entrar na disputa partidária para concorrer à Presidência em 2014 desde que as regras garantissem "igualdade de condições" – e insinuou o afastamento do rival Aécio Neves da presidência nacional da sigla. Em Brasília, tucano foi recebido num jantar organizado pelo grupo dos chamados “independentes” do Senado, na casa do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE)

Ex-governador afirmou que poderia entrar na disputa partidária para concorrer à Presidência em 2014 desde que as regras garantissem "igualdade de condições" – e insinuou o afastamento do rival Aécio Neves da presidência nacional da sigla. Em Brasília, tucano foi recebido num jantar organizado pelo grupo dos chamados “independentes” do Senado, na casa do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE)
Ex-governador afirmou que poderia entrar na disputa partidária para concorrer à Presidência em 2014 desde que as regras garantissem "igualdade de condições" – e insinuou o afastamento do rival Aécio Neves da presidência nacional da sigla. Em Brasília, tucano foi recebido num jantar organizado pelo grupo dos chamados “independentes” do Senado, na casa do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em resposta à declaração do presidenciável tucano Aécio Neves (MG), que disse aceitar prévias para escolher o candidato do PSDB ao Planalto, o ex-governador José Serra (SP) afirmou que poderia entrar na disputa partidária desde que as regras garantissem "igualdade de condições".

"Ele [Aécio] falou como candidato, mas na condição de presidente do partido. Então seria interessante saber quais são as condições dessas prévias, a abrangência, os prazos e as condições de competitividade, que evidentemente deveriam ser iguais entre todos", afirmou Serra.

O ex-governador deu a entender que, entre as condições, estaria o afastamento do mineiro da presidência nacional da sigla.

"Uma vez esclarecidos esses pontos [as condições que enumerou], alguns poderão tomar a decisão de participar ou não. Eu próprio, é possível que seja candidato a presidente [...], de acordo com as regras propostas, então é preciso conhecer essas regras", afirmou. Foi a primeira vez que Serra declarou a possibilidade de disputar o Planalto em 2014 pelo PSDB.

Nesta quarta-feira, o tucano esteve ontem em uma reunião no Senado e cruzou rapidamente com Aécio. À noite, o ex-governador foi recebido num jantar organizado pelo grupo dos chamados “independentes” da Casa, que aconteceu na casa do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), segundo informações do Poder Online, do IG.

Ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), defendeu a realização de prévias com o "formato mais aberto" em relação a quem vai votar. Alckmin lembrou as primárias que escolheram o candidato democrata à Presidência dos EUA em 2008. "Hillary Clinton já estava praticamente escolhida. No entanto, o Obama foi uma revelação."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email