Sob Doria, PSDB dá guinada à direita para disputar eleitor de Bolsonaro

Controlado pelo governador de São Paulo, João Doria, o partido, que se define como social democrata, deverá abraçar bandeiras típicas do bolsonarismo como a redução da maioridade penal, o fim da estabilidade no funcionalismo público e o pagamento de mensalidades nas universidades públicas. Guinada à direita deverá ser ratificada no congresso nacional da legenda, que será realizado neste sábado (6), em Brasília

247 - O congresso nacional do PSDB, que acontece neste sábado (7) em Brasília, deverá marcar uma guinada à direita na legenda que até então se definia como um defensor da social-democracia. Controlado pelo governador de São Paulo, João Doria, o partido que já acolheu dissidentes do PSL como o deputado Alexandre Frota (SP), o ex-ministro Gustavo Bebianno e o empresário Paulo Marinho, agora deverá abraçar bandeiras típicas do bolsonarismo como a redução da maioridade penal, o fim da estabilidade no funcionalismo público e o pagamento de mensalidades nas universidades públicas. 

A guinada à direita, em busca do eleitorado que elegeu Jair Bolsonaro, deverá foi feita com base em uma pesquisa pela internet realizada junto a militância tucana. O resultado da pesquisa irá nortear os votos dos 700 delegados que deverão participar do congresso. 

A mudança nos posicionamentos do partido obedece a uma lógica de João Doria, que tenta cooptar o eleitorado conservador visando disputar as eleições presidenciais de 2022 com Jair Bolsonaro. Apesar disso, a direção da legenda afirma que alguns pontos ideológicos do tucanato, como a defesa da democracia e das liberdades individuais, não serão alterados. 

No encontro deste sábado, Doria será o principal orador do evento. Figuras históricas do partido, como o o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador José Serra e o ex-governador Geraldo Alckmin não irão participar. A alegação é que é necessário “abrir espaço”  para novas lideranças visando as eleições municipais do próximo ano. 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247