Sobre Venezuela, Bolsonaro volta a dizer que 'apoia em grande parte' as decisões de Trump

Em entrevista ao canal religioso de TV Christian Broadcasting Network(CBN), o presidente Jair Bolsonaro demonstrou mais uma vez o seu alinhamento à política externa dos EUA em relação a Venezuela; apesar de não ter entrado nos detalhes da conversa, Bolsonaro destacou que Trump reafirmou "que todas as opções estavam sobre a mesa", o que não descarta uma ação militar; "E eu apoio em grande parte as decisões do governo americano", disse

Sobre Venezuela, Bolsonaro volta a dizer que 'apoia em grande parte' as decisões de Trump
Sobre Venezuela, Bolsonaro volta a dizer que 'apoia em grande parte' as decisões de Trump (Foto: REUTERS/Jonathan Ernst)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em entrevista ao canal religioso de TV Christian Broadcasting Network(CBN), o presidente Jair Bolsonaro demonstrou mais uma vez o seu alinhamento à política externa dos Estados Unidos ao defender as pressões feitas pelo presidente Donald Trump para retirar Nicolás Maduro do governo na Venezuela. Segundo ele, Trump reafirmou “que todas as opções estavam sobre a mesa”, incluindo uma ação militar. "E eu apoio em grande parte as decisões do governo americano”, disse Bolsonaro.

Na entrevista, ele também voltou a falar sobre a possibilidade de transferir a embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. A possibilidade, porém, vem irritando os países árabes que ameaçam retaliar o Brasil comercialmente caso isso seja levado adiante.

"Cada país tem o direito de definir onde é a sua capital, e a capital de Israel é Jerusalém. Estudamos a possibilidade de tomar essa decisão na hora certa. O presidente Trump [Donald Trump] levou nove meses para tomar essa decisão, eu estou só no meu terceiro mês", disse Bolsonaro.

Bolsonaro, que já havia agredido imigrantes brasileiros em uma entrevista anterior concedida à Fox News, canal identificado com Trump (leia no Brasil 247), também reafirmou “estar preocupado” com a entrada de estrangeiros no país sem critérios rigorosos de controle.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247