Sócio do golpe, PSDB não quer mais cassação de Temer

PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral; casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato

PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral; casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato
PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral; casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral. 

Casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato. 

É o que informa o Painel, da Folha, neste sábado, 4. Confira:

"Quem cala… A tese da separação da chapa, à qual a defesa de Michel Temer se agarra para livrá-lo de cassação caso seja condenado, encontra eco em atores do processo no TSE, onde sua coligação com Dilma Rousseff é julgada. O PSDB, autor da ação, até hoje não se manifestou nos autos sobre o tema, deixando espaço para o presidente insistir no argumento. O vice-procurador-geral Nicolao Dino chegou a apresentar parecer contrário quando Temer fez o pedido, mas, desde então, arrefeceu.

Meio a meio Para o Planalto, o Tribunal Superior Eleitoral hoje está dividido, mas, com a troca de dois dos sete ministros nos próximos meses, o cenário tende a ficar mais favorável.

Só acredito vendo Durante o depoimento de Marcelo Odebrecht, na quarta-feira (1º), a defesa de Temer pediu acesso à íntegra das delações de executivos do grupo que o TSE incluiu no processo de cassação.

Sem registro O PSDB pediu que todas as menções a Aécio Neves, presidente da sigla, durante os depoimentos de delatores ao TSE fossem excluídas das atas das audiências. Acusado de ter pedido caixa dois, ele nega."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247