Sócio do golpe, PSDB não quer mais cassação de Temer

PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral; casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato

PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral; casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato
PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral; casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato (Foto: Aquiles Lins)

247 - O PSDB emite sinais de que definitivamente não quer mais tocar adiante a ação em que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral. 

Casado de papel passado com o PMDB no golpe que retirou Dilma do Planalto, o partido de Aécio Neves até hoje não se manifestou no processo sobre a tese de separação da chapa, que a defesa de Michel Temer de apega para evitar a cassação de seu mandato. 

É o que informa o Painel, da Folha, neste sábado, 4. Confira:

"Quem cala… A tese da separação da chapa, à qual a defesa de Michel Temer se agarra para livrá-lo de cassação caso seja condenado, encontra eco em atores do processo no TSE, onde sua coligação com Dilma Rousseff é julgada. O PSDB, autor da ação, até hoje não se manifestou nos autos sobre o tema, deixando espaço para o presidente insistir no argumento. O vice-procurador-geral Nicolao Dino chegou a apresentar parecer contrário quando Temer fez o pedido, mas, desde então, arrefeceu.

Meio a meio Para o Planalto, o Tribunal Superior Eleitoral hoje está dividido, mas, com a troca de dois dos sete ministros nos próximos meses, o cenário tende a ficar mais favorável.

Só acredito vendo Durante o depoimento de Marcelo Odebrecht, na quarta-feira (1º), a defesa de Temer pediu acesso à íntegra das delações de executivos do grupo que o TSE incluiu no processo de cassação.

Sem registro O PSDB pediu que todas as menções a Aécio Neves, presidente da sigla, durante os depoimentos de delatores ao TSE fossem excluídas das atas das audiências. Acusado de ter pedido caixa dois, ele nega."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247