Tasso: foco de Temer é sobreviver e não fazer ajuste

Em entrevista à jornalista Miriam Leitão, Tasso Jereissati, presidente interino do PSDB, afirmou que, se fosse deputado, teria votado a favor do andamento da denúncia contra Michel Temer; o tucano criticou as ações de Temer, afirmando que hoje o peemedebista pensa mais em sobreviver no cargo do que em fazer as reformas econômicas

Tasso Jereissati
Tasso Jereissati (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Se fosse deputado, o presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati, teria votado pela aceitação da denúncia contra Michel Temer. Por ele, o partido já teria saído do governo, mas não faria oposição sistemática. “Não seríamos do tipo ‘fora Temer’. Votaríamos a favor das reformas”. O PSDB espera ter até o fim do ano um candidato a presidente para 2018.

Tasso Jereissati, em entrevista concedida à Miriam Leitão na Globonews, explicou que votaria a favor da investigação do presidente Temer por coerência, por ter votado assim no caso da ex-presidente Dilma, e por ser a favor da investigação.

Tasso usou a palavra “catastrófica” para definir a crise fiscal atual:

— A questão mais grave hoje não é se vota ou não as reformas. Existem problemas com esse adiamento mas eles são reversíveis. A pior crise é a fiscal, que está saindo do limite da dramaticidade e vai entrar no grau catastrófico irreversível. Essa é outra crítica que faço ao governo Temer. A equipe econômica é boa, mas está sendo atropelada pela política e o ajuste fiscal deixou de ser a prioridade número um, o foco do governo. Isso que é vital, fundamental, ficou em segundo plano e quanto mais vai se agravando mais dolorido fica para a população. Temos que consertar antes que a dor seja insuportável.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247