Teixeira espera definição de impeachment antes do Carnaval

Vice-líder do governo na Câmara, deputado Paulo Teixeira (PT-SP) defende que o processo seja colocado em pauta já na abertura dos trabalhados após o recesso parlamentar, em fevereiro

Vice-líder do governo na Câmara, deputado Paulo Teixeira (PT-SP) defende que o processo seja colocado em pauta já na abertura dos trabalhados após o recesso parlamentar, em fevereiro
Vice-líder do governo na Câmara, deputado Paulo Teixeira (PT-SP) defende que o processo seja colocado em pauta já na abertura dos trabalhados após o recesso parlamentar, em fevereiro (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), vice-líder do governo na Câmara, defendeu nesta terça-feira 19 que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff seja colocado em pauta na Câmara já na abertura dos trabalhados após o recesso parlamentar, em fevereiro.

"Espero que já na abertura da sessão o presidente [Eduardo Cunha] coloque em votação para a formação da comissão [do impeachment], dentro das regras definidas pelo Supremo. [...] Espero definição antes até do Carnaval", disse.

O parlamentar avaliou ainda que é preciso debater a criação de impostos em um momento mais oportuno, diferente do que pensa a presidente Dilma. "O momento desse debate é outro momento, de recuperação e maior força na base aliada. Só podemos enfrentar esse debate na hora que tem força para fazer", afirmou.

Teixeira ressaltou que é preciso "falar da taxação das grandes fortunas" e definiu a reforma a da Previdência como "um tema sensível". Segundo ele, o governo não pode pensar em mudanças sem discuti-las com as centrais sindicais.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247