Temer discute futuro em reunião privada com Aécio

Vice-presidente da República teve um encontro nesta terça-feira 22 com o presidente do maior partido de oposição e um dos principais líderes do golpe contra a presidente Dilma Rousseff, o senador Aécio Neves (PSDB-MG); Aécio disse que a reunião, realizada em São Paulo, foi para discutir uma "agenda emergencial para o Brasil"; tucano declarou que Michel Temer estava "consciente do seu papel" e assegurou que o PSDB não fugirá "à responsabilidade" de contribuir com a estabilidade do País; de acordo com Aécio, o diálogo com Temer não deverá se desenrolar em torno de "cargos", mas de "propostas"; nessa segunda-feira, o também senador tucano José Serra disse que já negociava cargos em um eventual governo Temer; o vice negou e disse não ter porta-voz

Vice-presidente da República teve um encontro nesta terça-feira 22 com o presidente do maior partido de oposição e um dos principais líderes do golpe contra a presidente Dilma Rousseff, o senador Aécio Neves (PSDB-MG); Aécio disse que a reunião, realizada em São Paulo, foi para discutir uma "agenda emergencial para o Brasil"; tucano declarou que Michel Temer estava "consciente do seu papel" e assegurou que o PSDB não fugirá "à responsabilidade" de contribuir com a estabilidade do País; de acordo com Aécio, o diálogo com Temer não deverá se desenrolar em torno de "cargos", mas de "propostas"; nessa segunda-feira, o também senador tucano José Serra disse que já negociava cargos em um eventual governo Temer; o vice negou e disse não ter porta-voz
Vice-presidente da República teve um encontro nesta terça-feira 22 com o presidente do maior partido de oposição e um dos principais líderes do golpe contra a presidente Dilma Rousseff, o senador Aécio Neves (PSDB-MG); Aécio disse que a reunião, realizada em São Paulo, foi para discutir uma "agenda emergencial para o Brasil"; tucano declarou que Michel Temer estava "consciente do seu papel" e assegurou que o PSDB não fugirá "à responsabilidade" de contribuir com a estabilidade do País; de acordo com Aécio, o diálogo com Temer não deverá se desenrolar em torno de "cargos", mas de "propostas"; nessa segunda-feira, o também senador tucano José Serra disse que já negociava cargos em um eventual governo Temer; o vice negou e disse não ter porta-voz (Foto: Gisele Federicce)

247 – O vice-presidente da República, Michel Temer, teve um encontro nesta terça-feira 22, em São Paulo, com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente do maior partido de oposição e um dos principais entusiastas do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Segundo reportagem de Daniela Lima, da Folha de S. Paulo, Aécio disse que a reunião foi para discutir uma "agenda emergencial para o Brasil". O tucano declarou que Michel Temer estava "consciente do seu papel" e assegurou que o PSDB não fugirá "à responsabilidade" de contribuir com a estabilidade do País.

"Estamos prontos para ajudar a construir uma agenda emergencial, uma agenda ousada", declarou Aécio. Ainda de acordo com o presidente nacional do PSDB, o diálogo com Temer não deverá se desenrolar em torno de "cargos", mas de "propostas".

A declaração acontece um dia depois de o senador José Serra (PSDB-MG) ter dito que já negociava cargos em um eventual governo Temer e declarou ter condicionado seu apoio ao atual vice-presidente ao fim da reeleição. Temer negou qualquer diálogo com Serra e disse não ter porta-voz.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247