Temer diz ao Congresso que é hora de “encarar sem rodeios” reformas que Brasil precisa fazer

Em sua primeira Mensagem ao Congresso como presidente da República, Michel Temer usou os termos "salvar a Previdência Social" para defender a aprovação da reforma da Previdência que restringe o acesso ao benefício e "readequação trabalhista" para as mudanças nas leis que retiram direitos do trabalhador

(São Paulo - SP, 31/01/2017) Entrevista para o jornal Financial Times. Foto: Beto Barata/PR
(São Paulo - SP, 31/01/2017) Entrevista para o jornal Financial Times. Foto: Beto Barata/PR (Foto: Gisele Federicce)

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - Em sua primeira Mensagem ao Congresso como presidente da República, Michel Temer afirmou, nesta quinta-feira, que é hora de "encarar sem rodeios" as reformas que precisam ser feitas no Brasil e a missão mais premente do governo é "salvar a Previdência Social", mas será necessário investir também na "readequação trabalhista".

"É hora de encarar sem rodeios as grandes reformas de que o Brasil precisa", disse o presidente no texto levado ao Congresso pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. "Reformas vitais para restaurar a credibilidade que traz investimentos, que gera empregos."

"Das missões que temos diante de nós, a mais premente é salvar a Previdência Social", acrescentou o presidente no texto. "Empregos permanecem nossa obsessão. Por isso a prioridade que também atribuímos à readequação trabalhista. Precisamos de regras mais ajustadas à economia contemporânea. Não se trata, em absoluto, de suprimir direitos, que são sagrados."

A mensagem enviada pelo presidente expõe as prioridades do Executivo e um recado político aos parlamentares no início do ano legislativo.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247