Temer já se prepara para enfrentar terceira denúncia da PGR

Em Brasília, o entorno de Michel Temer já dá como certa a apresentação de uma terceira denúncia da Procuradoria-geral da República contra o peemedebista, desta vez por participação em esquema de corrupção no Porto de Santos; interlocutores de começam a preparar o campo político para tentar impedir que a Câmara autorize abertura de processo contra ele no Supremo; Diante do novo cenário, a reforma ministerial será usada para garantir apoio dos deputados

Temer já se prepara para enfrentar terceira denúncia da PGR
Temer já se prepara para enfrentar terceira denúncia da PGR (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Interlocutores de Michel Temer já trabalham com a informação de que ele será denunciado pela terceira vez pela Procuradoria-Geral da República e começam a preparar o campo político para tentar impedir que a Câmara autorize abertura de processo contra ele no Supremo.

Na noite de terça, 20, as conversas sobre o assunto se intensificaram entre advogados e ministros. A expectativa é de que a procuradora Raquel Dodge pode denunciar Temer no inquérito dos Portos antes da eleição de outubro, o que contaminará o período eleitoral.

Diante do novo cenário, a reforma ministerial será usada para garantir apoio na Câmara, responsável por analisar denúncias contra presidentes.

Temer também tem sido aconselhado a montar o novo Ministério de forma a garantir apoio à sua reeleição ou de seu candidato. Quanto mais força eleitoral ele tiver, maior será sua chance de barrar uma 3.ª denúncia no meio da campanha.

As informações são da Coluna do Estadão

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247