Temer muda de ideia e desiste de anistiar caixa 2

Balançando no cargo, desde que decidiu abraçar seu ex-ministro Geddel Vieira Lima, Michel Temer, que antes articulava a anistia ao caixa dois para salvar os políticos corruptos que o apoiam, agora promete vetar a proposta; a possibilidade de aprovação despertou críticas de vários setores, inclusive do juiz Sergio Moro e da advogada Janaina Paschoal; a votação da proposta em plenário, que ocorreria nesta quinta (24), foi adiada; após a polêmica e a falta de consenso, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova tentativa de votação para terça (29)

Brasília - O presidente Michel Temer participa da apresentação do novo cartão Construcard, no Palácio do Planalto.(José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O presidente Michel Temer participa da apresentação do novo cartão Construcard, no Palácio do Planalto.(José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Valter Lima)

247- O presidente Michel Temer afirmou nesta sexta (25) a interlocutores, em São Paulo, que vetará a anistia ao caixa dois eleitoral, caso ela seja votada pela Câmara. A possibilidade de aprovação despertou críticas de vários setores, inclusive do juiz Sergio Moro e da advogada Janaina Paschoal.

A votação da proposta em plenário, que ocorreria nesta quinta (24), foi adiada. A alteração na legislação é um tema de grande interesse dos políticos alvos da Operação Lava Jato.

Após a polêmica e a falta de consenso, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova tentativa de votação para terça-feira (29).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247