Temer, que abandonou campeões olímpicos, tirou dinheiro do Esporte para fazer propaganda

Enquanto campeões olímpicos reclamam de abandono pelo governo, Michel Temer utiliza recursos do orçamento do Ministério do Esporte para cobrir custos de R$ 19 milhões com campanhas publicitárias; Secretaria de Comunicação Social da Presidência gastou R$ 7,5 milhões em recursos do Esporte para peças de marketing sobre a reforma da Previdência; outros R$ 3 milhões bancaram custos com a ação "Brasil nos Trilhos" e ainda R$ 8,5 milhões para executar ações de "prestação de contas da atuação do governo federal"

Enquanto campeões olímpicos reclamam de abandono pelo governo, Michel Temer utiliza recursos do orçamento do Ministério do Esporte para cobrir custos de R$ 19 milhões com campanhas publicitárias; Secretaria de Comunicação Social da Presidência gastou R$ 7,5 milhões em recursos do Esporte para peças de marketing sobre a reforma da Previdência; outros R$ 3 milhões bancaram custos com a ação "Brasil nos Trilhos" e ainda R$ 8,5 milhões para executar ações de "prestação de contas da atuação do governo federal"
Enquanto campeões olímpicos reclamam de abandono pelo governo, Michel Temer utiliza recursos do orçamento do Ministério do Esporte para cobrir custos de R$ 19 milhões com campanhas publicitárias; Secretaria de Comunicação Social da Presidência gastou R$ 7,5 milhões em recursos do Esporte para peças de marketing sobre a reforma da Previdência; outros R$ 3 milhões bancaram custos com a ação "Brasil nos Trilhos" e ainda R$ 8,5 milhões para executar ações de "prestação de contas da atuação do governo federal" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo de Michel Temer utilizou recursos do orçamento do Ministério do Esporte para cobrir custos de R$ 19 milhões com campanhas publicitárias. 

Entre as peças veiculadas com o dinheiro que deveria sevir para apoiar o desenvolvimento do esporte do País, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência gastou R$ 7,5 milhões para peças de marketing sobre a reforma da Previdência.

Outros R$ 3 milhões bancaram custos com a ação "Brasil nos Trilhos", veiculada para propagandear a "melhora do cenário econômico do País". A pasta cedeu ainda R$ 8,5 milhões para executar ações de "prestação de contas da atuação do governo federal". A informação é do Poder 360.

Divulgação das prioridades do governo de Michel Temer em meio a denúncias de abandono pelo governo de atletas olímpicos. Medalhistas da Rio 2016 reclamam de falta de patrocínio, de pagamento de prêmios e bolsas depois que Michel Temer assumiu o governo (leia mais). 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247