Temer, que nomeou político nos Correios, diz que ainda não nomeou ninguém

“Sobre critérios técnicos para nomeações em estatais e fundos de pensão: Não nomeei ninguém por enquanto”, disse o presidente interino Michel Temer, em entrevista ao Globonews nesta terça-feira; Temer havia determinado que não faria indicações para estatais até votar projeto; voltou atrás e nomeou Guilherme Campos para presidir Correios; Campos é investigado pela PF por falsificação de assinaturas

“Sobre critérios técnicos para nomeações em estatais e fundos de pensão: Não nomeei ninguém por enquanto”, disse o presidente interino Michel Temer, em entrevista ao Globonews nesta terça-feira; Temer havia determinado que não faria indicações para estatais até votar projeto; voltou atrás e nomeou Guilherme Campos para presidir Correios; Campos é investigado pela PF por falsificação de assinaturas
“Sobre critérios técnicos para nomeações em estatais e fundos de pensão: Não nomeei ninguém por enquanto”, disse o presidente interino Michel Temer, em entrevista ao Globonews nesta terça-feira; Temer havia determinado que não faria indicações para estatais até votar projeto; voltou atrás e nomeou Guilherme Campos para presidir Correios; Campos é investigado pela PF por falsificação de assinaturas (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente interino Michel Temer disse em entrevista ao Globonews nesta terça-feira que não fez nenhuma nomeação para estatais. Esqueceu do caso dos Correios: “Sobre critérios técnicos para nomeações em estatais e fundos de pensão: Não nomeei ninguém por enquanto”, disse.

Temer havia determinado que não faria indicações para estatais até votar projeto. Dias depois, voltou atrás e nomeou Guilherme Campos para presidir Correios. Campos é investigado pela PF por falsificação de assinaturas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247