Temer: 'sou candidato a entrar para história como quem tirou País da recessão'

Multiplamente acusado de corrupção, rejeitado por mais de 90% da população e diante de um País com 12,3 milhões de desempregados, Michel Temer não descarta ser candidato à Presidência; em entrevista à Rádio Guaíba, sobre se será ou não candidato, Temer provocou os brasileiros; "No momento, eu sou candidato a passar para a história como alguém que pegou o País em uma recessão profunda", disse ele; Temer voltou a dizer que não está preocupado com sua popularidade;"Minha candidatura, por enquanto, é essa"

Multiplamente acusado de corrupção, rejeitado por mais de 90% da população e diante de um País com 12,3 milhões de desempregados, Michel Temer não descarta ser candidato à Presidência; em entrevista à Rádio Guaíba, sobre se será ou não candidato, Temer provocou os brasileiros; "No momento, eu sou candidato a passar para a história como alguém que pegou o País em uma recessão profunda", disse ele; Temer voltou a dizer que não está preocupado com sua popularidade;"Minha candidatura, por enquanto, é essa"
Multiplamente acusado de corrupção, rejeitado por mais de 90% da população e diante de um País com 12,3 milhões de desempregados, Michel Temer não descarta ser candidato à Presidência; em entrevista à Rádio Guaíba, sobre se será ou não candidato, Temer provocou os brasileiros; "No momento, eu sou candidato a passar para a história como alguém que pegou o País em uma recessão profunda", disse ele; Temer voltou a dizer que não está preocupado com sua popularidade;"Minha candidatura, por enquanto, é essa" (Foto: Aquiles Lins)

247 - Multiplamente acusado de corrupção e rejeitado por mais de 90% da população, Michel Temer não descarta ser candidato à Presidência. Em entrevista nesta sexta-feira, 9, à Rádio Guaíba, sobre se será ou não candidato, Temer provocou os brasileiros.

No momento, eu sou candidato a passar para a história como alguém que pegou o País em uma recessão profunda. Estamos saindo da recessão e nos últimos seis meses, apesar dos embates todos, estamos conseguindo fazer as reformas necessárias para o País, para fazer o País crescer. Não só crescer agora, mas continuar crescendo", respondeu

Temer voltou a dizer que não está preocupado com sua popularidade e repetiu a história de que ouviu de um empresário que ele deveria aproveitar sua baixa aceitação na população para fazer reformas impopulares e disse: "É isso que estou fazendo".

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247