Temer tem 30 dias para pagar multa de R$ 80 mil por doação ilegal

Presidente interino Michel Temer tem até o próximo dia 19 de agosto para pagar a multa no valor de R$ 80 mil decorrente da condenação pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE) por doação acima do permitido na legislação na campanha de 2014, que o tornou inelegível por oito anos; se perder o prazo, Temer entra no cadastro da Dívida Ativa da União

Brasília - DF, 14/07/2016. Presidente em Exercício Michel Temer durante cerimônia de anúncio de nova norma do Programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Beto Barata/PR
Brasília - DF, 14/07/2016. Presidente em Exercício Michel Temer durante cerimônia de anúncio de nova norma do Programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Beto Barata/PR (Foto: Aquiles Lins)

247 - O presidente interino Michel Temer tem até o próximo dia 19 de agosto para pagar a multa no valor de R$ 80 mil decorrente da condenação pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por doação acima do permitido na legislação na campanha de 2014, que o tornou inelegível por oito anos.

O peemedebista deverá retirar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) na 5ª Zona Eleitoral, no bairro de Jardim Paulista, e retornar ao local para informar o pagamento. Se perder o prazo, o presidente em exercício entra no cadastro da Dívida Ativa da União. O pagamento da multa não anula os efeitos da condenação, segundo a Justiça Eleitoral.

Segundo a ação Ministério Público Eleitoral (MPF), Temer doou ao todo R$ 100 mil para dois candidatos do PMDB do Rio Grande do Sul a deputado federal, Alceu Moreira e Darcísio Perondi, que receberam R$ 50 mil, cada um. Pelo rendimento declarado um ano antes, de R$ 839.924,46, Temer não poderia doar quantia superior a R$ 83.992,44.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247