Teori: Delcídio e Esteves agiram como 'integrantes de máfia'

Relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki afirmou que a conduta do senador Delcídio Amaral (PT-MS), do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, do advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, e do chefe de gabinete de Delcídio no Senado, Diogo Ferreira, todos presos nesta quarta-feira, 25, "é um comportamento digno de integrante de máfia"; confira trecho de gravação em que Delcídio cita ministros do STF numa tentativa de libertar Cerveró

Relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki afirmou que a conduta do senador Delcídio Amaral (PT-MS), do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, do advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, e do chefe de gabinete de Delcídio no Senado, Diogo Ferreira, todos presos nesta quarta-feira, 25, "é um comportamento digno de integrante de máfia"; confira trecho de gravação em que Delcídio cita ministros do STF numa tentativa de libertar Cerveró
Relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki afirmou que a conduta do senador Delcídio Amaral (PT-MS), do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, do advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, e do chefe de gabinete de Delcídio no Senado, Diogo Ferreira, todos presos nesta quarta-feira, 25, "é um comportamento digno de integrante de máfia"; confira trecho de gravação em que Delcídio cita ministros do STF numa tentativa de libertar Cerveró (Foto: Aquiles Lins)

247 - O ministro relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki, afirmou que a conduta do senador Delcídio Amaral (PT-MS), do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, do advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, e do chefe de gabinete de Delcídio no Senado, Diogo Ferreira, todos presos nesta quarta-feira, 25, "é um comportamento digno de integrante de máfia", em referência ao relatório do Ministério Público Federal sobre o caso.

Os ministros do STF demonstraram irritação com a divulgação da gravação em que Delcídio Amaral cita alguns magistrados. Gilmar Mendes disse que a conduta de Delcídio configura "uma situação grave e também rara". Ele também declarou que não recebeu nenhum apelo para interceder pela liberdade de Cerveró. "Nós temos contatos inevitáveis com parlamentares. Esta é uma marca da Brasília, e conversamos inclusive sobre o quadro politico. Mas não recebi nem de parte do presidente do Congresso, Renan Calheiros, nem de parte do vice-presidente, Michel Temer, qualquer referência ou apelo", afirmou o ministro.

Ministro dias Toffoli afirmou que os ministros do STF estão sujeitos a "pessoas que vendem ilusões" em nome de influência política. "Mensageiros que tentam dizer que conversei com fulano, com ciclano, que garantem vou resolver sua situação. Não é a primeira vez que isso ocorre. O STF não vai aceitar nenhum tipo de intrusão nas investigações que estão em curso e é isso que ficou bem claro na tomada dessa decisão unânime e colegiada."

Já a ministra Cármem Lúcia afirmou que ao "escárnio venceu o cinismo" (leia mais).

A 2ª Turma do Supremo referendou, por unanimidade, nesta manhã, a prisões de Delcídio e do banqueiro André Esteves. Durante a sessão, Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF, informou ao colegiado que o senador prometeu interceder junto a Corte para libertar o ex-diretor da área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró.

O ministro relatou ainda uma 'atuação concreta e intensa' de Delcídio e André Esteves para evitar a delação de Cerveró. Segundo as investigações da Procuradoria-Geral da República, o filho do ex-diretor informou que recebeu R$ 50 mil de Delcídio para que o pai não o citasse em delação premiada, com promessa de receber novos pagamentos.

Confira trecho da conversa entre Delcídio do Amaral e Edson Ribeiro:

DELCÍDIO: Agora, agora, Edson e Bernardo, é eu acho que nós temos que centrar fogo no STF agora, eu conversei com o Teori, conversei com o Toffoli, pedi pro Toffoli conversar com o Gilmar, o Michel conversou com o Gilmar também, porque o Michel tá muito preocupado com o Zelada, e eu vou conversar com o Gilmar também.

EDSON: Tá.

DELCÍDIO: Por que, o Gilmar ele oscila muito, uma hora ele tá bem, outra hora ele tá ruim e eu sou um dos poucos caras...

EDSON: Quem seria a melhor pessoa pra falar com ele, Renan, ou Sarney...

DELCÍDIO: Quem?

EDSON: Falar com o Gilmar

DELCÍDIO: Com o Gilmar, não, eu acho que o Renan conversaria bem com ele.

EDSON: Eu também acho, o Renan, é preocupante a situação do Renan.

DELCÍDIO: Eu acho que, mas por que, tem mais coisas do Renan? Não tem...

EDSON: Não, mas o..., acho que o Fernando fala nele, não fala?

DELCÍDIO: Fala, mas fala remetendo ao Nestor.

EDSON: A é, também? Então tudo bem.

DELCÍDIO: Como também fala do Jader, remetendo ao Nestor.

EDSON: Então tudo bem. Escolheu o Fernando

DELCÍDIO: Agora, então nós temos que centrar fogo agora pra resolver isto...

EDSON: Mas então seria bom ver Renan olha só...

DELCÍDIO: Não, eu vou falar com ele...

DIOGO: Hoje tem reunião de líderes

DELCÍDIO: Eu falo com o Renan hoje.

EDSON: Tá bom.

DELCÍDIO: Hoje eu falo, porque acho que o foco é o seguinte, tirar, agora a hora que ele sair tem que ir embora mesmo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247