Toffoli cobra 'respeito à Constituição' e 'garantia da pluralidade' a eleito

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli cobrou o respeito à Constituição de qualquer candidato que seja eleito à Presidência da República hoje. O ministro, que votou pela manhã em uma escola de Brasília, pediu também a "garantia da pluralidade política"; "O futuro presidente terá como primeiro ato jurar a Constituição", disse ele 

Toffoli cobra 'respeito à Constituição' e 'garantia da pluralidade' a eleito
Toffoli cobra 'respeito à Constituição' e 'garantia da pluralidade' a eleito (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Sputnik Brasil - O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli cobrou o respeito à Constituição de qualquer candidato que seja eleito à Presidência da República hoje. O ministro, que votou pela manhã em uma escola de Brasília, pediu também a "garantia da pluralidade política".

"O futuro presidente terá como primeiro ato jurar a Constituição. É importante que se cumpra o artigo 3º da Constituição, que diz: Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: construir uma sociedade livre, justa e solidária, garantir o desenvolvimento nacional, erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais e, importantíssimo, promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação", declarou, conforme citado pelo Estadão.

Toffoli não fez referência nem a Fernando Haddad nem a Jair Bolsonaro, mas cobrou de ambos o respeito pela democracia depois da divulgação dos resultados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247