TSE diz que Haddad não poderá usar arrecadação de ‘vaquinha’ para Lula

Se PT desistisse de registrar a candidatura de Lula, partido teria de devolver recursos da arrecadação coletiva para quem contribuiu; como pretende registrar chapa com Lula e Haddad, campanha poderá usar os recursos até um possível indeferimento

TSE diz que Haddad não poderá usar arrecadação de ‘vaquinha’ para Lula
TSE diz que Haddad não poderá usar arrecadação de ‘vaquinha’ para Lula (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A ‘vaquinha’ que já arrecadou mais de R$ 500 mil para a candidatura de Lula (PT) à presidência não poderá ser usada por seu vice, Fernando Haddad (PT), caso o ex-presidente seja impedido de disputar o pleito.  As informações são do Estadão.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as campanhas de arrecadação só poderão ser usadas pelo próprio candidato. Se o PT registrar outra candidatura que não a de Lula até quarta, terá de devolver o dinheiro aos doadores, como rege resolução da Corte. Os recursos captados por Manuela D’Ávila como pré-candidata à presidenta também teriam de ser devolvidos.

Se a candidatura de Lula for barrada depois do registro, o dinheiro que não tiver sido gasto até a data da decisão terá de ser remetido ao partido. “Se a campanha for encerrada e houver sobras, elas têm de ser destinadas ao partido político”, afirmou o ex-ministro do TSE Henrique Neves.

Procurado pelo jornal, o PT disse que trabalha de acordo com a lei e não comenta hipóteses.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247