TSE mantém Maria Thereza como relatora de ação do PSDB contra Dilma

Em despacho nesta sexta-feira, 6, o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, decidiu que a ministra Maria Thereza de Assis Moura vai continuar com a relatoria da ação movida pelo PSDB que pede a cassação dos mandatos da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer; ministra havia determinado arquivamento da ação, mas foi voto vencido pelo plenário, que decidiu reabrir a ação; defesa do PSDB defendeu que o processo deveria ser remetido ao ministro Gilmar Mendes, que proferiu primeiro voto a favor do desarquivamento; Toffoli explicou que a mudança de relator, conforme solicitado pela ministra, não está prevista nas normas do TSE

Em despacho nesta sexta-feira, 6, o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, decidiu que a ministra Maria Thereza de Assis Moura vai continuar com a relatoria da ação movida pelo PSDB que pede a cassação dos mandatos da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer; ministra havia determinado arquivamento da ação, mas foi voto vencido pelo plenário, que decidiu reabrir a ação; defesa do PSDB defendeu que o processo deveria ser remetido ao ministro Gilmar Mendes, que proferiu primeiro voto a favor do desarquivamento; Toffoli explicou que a mudança de relator, conforme solicitado pela ministra, não está prevista nas normas do TSE
Em despacho nesta sexta-feira, 6, o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, decidiu que a ministra Maria Thereza de Assis Moura vai continuar com a relatoria da ação movida pelo PSDB que pede a cassação dos mandatos da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer; ministra havia determinado arquivamento da ação, mas foi voto vencido pelo plenário, que decidiu reabrir a ação; defesa do PSDB defendeu que o processo deveria ser remetido ao ministro Gilmar Mendes, que proferiu primeiro voto a favor do desarquivamento; Toffoli explicou que a mudança de relator, conforme solicitado pela ministra, não está prevista nas normas do TSE (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News

André Richter, da Agência Brasil - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, decidiu hoje (6) que a ministra Maria Thereza de Assis Moura vai continuar com a relatoria da ação de investigação eleitoral em que o PSDB pleiteia a cassação dos mandatos da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer. Na decisão, Toffoli explicou que a mudança de relator, conforme solicitado pela ministra, não está prevista nas normas do TSE.

A ministra pediu para ser substituída na relatoria por ter ficado vencida na decisão do tribunal que reabriu a ação de investigação eleitoral. Antes da decisão, os advogados da campanha de Dilma defenderam no tribunal a pernanência de Maria Thereza. A defesa do PSDB defendeu que o processo deveria ser remetido ao ministro Gilmar Mendes, que proferiu primeiro voto a favor do desaquivamento.

No processo, o PT sustenta que todas as doações que o partido recebeu foram feitas estritamente dentro dos parâmetros legais e posteriormente declaradas à Justiça Eleitoral. As contas eleitorais da presidenta foram aprovadas pelo plenário do TSE em dezembro do ano passado por unanimidade.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email