Vicentinho ao PMDB: "nenhum partido da base pode ter duas caras"

Líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho disse nesta quinta (6) que o PMDB precisa definir se está na oposição ou na situação; "Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras", ressaltou o deputado, ao comentar a postura do PMDB no Congresso; declaração do parlamentar repete posição do presidente nacional do partido, Rui Falcão; O líder do PT defendeu a manutenção do diálogo com o PMDB para se chegar a um entendimento; "Recomendo que o governo continue dialogando. Esses partidos são importantes. O PMDB tem uma história longa com o país", contemporanizou

Líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho disse nesta quinta (6) que o PMDB precisa definir se está na oposição ou na situação; "Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras", ressaltou o deputado, ao comentar a postura do PMDB no Congresso; declaração do parlamentar repete posição do presidente nacional do partido, Rui Falcão; O líder do PT defendeu a manutenção do diálogo com o PMDB para se chegar a um entendimento; "Recomendo que o governo continue dialogando. Esses partidos são importantes. O PMDB tem uma história longa com o país", contemporanizou
Líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho disse nesta quinta (6) que o PMDB precisa definir se está na oposição ou na situação; "Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras", ressaltou o deputado, ao comentar a postura do PMDB no Congresso; declaração do parlamentar repete posição do presidente nacional do partido, Rui Falcão; O líder do PT defendeu a manutenção do diálogo com o PMDB para se chegar a um entendimento; "Recomendo que o governo continue dialogando. Esses partidos são importantes. O PMDB tem uma história longa com o país", contemporanizou (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Vicentinho (SP), disse hoje (6) que o PMDB precisa definir se está na oposição ou na situação. "Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras. Não se pode ser oposição e situação ao mesmo tempo", ressaltou Vicentinho, ao comentar a postura do PMDB no Congresso.

O partido vem se posicionando contra o governo em votações consideradas prioritárias para a presidência e articulou a formação de um bloco informal de deputados para pressionar o Planalto na liberação de emendas parlamentares.

O líder do PT defendeu a manutenção do diálogo para chegar a um entendimento. "Eu recomendo que o governo continue dialogando. Esses partidos são importantes. O PMDB tem uma história longa com o país", destacou Vicentinho.

De acordo com o deputado, na próxima semana, o governo começará a mandar ao Congresso ministros para conversar com os líderes partidários e ouvir as demandas dos parlamentares.

Vicentinho disse ainda não acreditar que o PMDB, que ocupa a Vice-Presidência da República e comanda cinco ministérios, venha a sair do governo. "O PMDB não é um partido da base aliada, ele é um partido do governo. O PMDB está intrinsecamente ligado à estrutura do Estado brasileiro. Quem tem um vice-presidente não pode se dar o luxo de sair do governo", ressaltou.

O deputado considerou eleitoreira a proposta de criação de uma comissão externa para investigar denúncias de que uma empresa holandesa pagou propina a funcionários da Petrobras. O requerimento do PSDB teve apoio do blocão e entrou na pauta do plenário na semana passada. O governo lançou mão de manobras de obstrução e a votação acabou adiada. A proposta voltará à pauta na semana que vem. "Uma comissão de deputados que vai do Brasil à Holanda e não vai conseguir informações – é uma iniciativa da oposição, em ano eleitoral. Precisamos olhar com cuidado e refletir sobre isso", definiu Vicentinho.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email