Votação da segunda etapa do ajuste fica para a próxima semana

O governo trabalha para obter uma vitória mais expressiva na votação da segunda MP do ajuste fiscal na Câmara, a 664, mas ela não será votada esta semana; o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), já teria confirmado ao governo que a MP só poderá ser votada na semana que vem; a informação é da colunista Tereza Cruvinel. já o pacote de concessões só deverá ser lançado na última semana do mês

O governo trabalha para obter uma vitória mais expressiva na votação da segunda MP do ajuste fiscal na Câmara, a 664, mas ela não será votada esta semana; o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), já teria confirmado ao governo que a MP só poderá ser votada na semana que vem; a informação é da colunista Tereza Cruvinel. já o pacote de concessões só deverá ser lançado na última semana do mês
O governo trabalha para obter uma vitória mais expressiva na votação da segunda MP do ajuste fiscal na Câmara, a 664, mas ela não será votada esta semana; o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), já teria confirmado ao governo que a MP só poderá ser votada na semana que vem; a informação é da colunista Tereza Cruvinel. já o pacote de concessões só deverá ser lançado na última semana do mês (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tereza Cruvinel - O governo trabalha para obter uma vitória mais expressiva na votação da segunda MP do ajuste fiscal na Câmara, a 664, mas ela não será votada esta semana. Uma outra medida, a 663, que trata de normas para a concessão de financiamentos pelo BNDES, está trancando a pauta da Câmara. Eduardo Cunha tudo pode na Mesa mas ele mesmo teria confirmado ao governo que a MP só poderá ser votada na semana que vem.

Nem deverá acontecer na quinta-feira o lançamento do novo programa de concessões de aeroportos e outros serviços públicos de logística para turbinar o investimento e neutralizar a contração da economia. A lista de concessões nem está fechada, programando-se o governo para o lançamento na última semana do mês.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247