Weintraub já estaria negociando saída do MEC para permanecer no governo

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, teria dito a pessoas próximas ao governo que toparia trocar o comando do MEC por uma pasta menor para garantir sua permanência na Esplanada. Weintraub tem sido criticado por sua postura e condução do MEC

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Forum - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, teria dito a pessoas próximas ao governo que toparia trocar o comando do MEC por uma pasta menor para garantir sua permanência na Esplanada. Informação foi publicada nesta terça-feira (7) pelo repórter Guilherme Amado, da revista Época. O ministro está no centro de uma série de especulações de que deixaria o cargo este ano. 

O ministério de Weintraub vem sendo esvaziado e nomes ligados a ele já foram demitidos. Em dezembro, por exemplo, a jornalista Priscila Costa e Silva, uma de suas principais assessoras, foi exonerada. Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais do MEC, também já teria deixado o posto.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247