Zarattini condena silêncio de parlamentares sobre afastamento de Aécio

"Me espanta muito a liderança da base do governo ressaltar a carta do Palocci e não falar um pio sobre o afastamento do senador Aécio Neves. Eles querem fazer de conta que não aconteceu nada como Aécio. Ele foi afastado pelo STF e a base governista não toca nesse assunto? Covardes, covardes que não têm coragem de debater o que ocorre no Brasil", acusou o líder do PT na Câmara, em discurso no plenário

"Me espanta muito a liderança da base do governo ressaltar a carta do Palocci e não falar um pio sobre o afastamento do senador Aécio Neves. Eles querem fazer de conta que não aconteceu nada como Aécio. Ele foi afastado pelo STF e a base governista não toca nesse assunto? Covardes, covardes que não têm coragem de debater o que ocorre no Brasil", acusou o líder do PT na Câmara, em discurso no plenário
"Me espanta muito a liderança da base do governo ressaltar a carta do Palocci e não falar um pio sobre o afastamento do senador Aécio Neves. Eles querem fazer de conta que não aconteceu nada como Aécio. Ele foi afastado pelo STF e a base governista não toca nesse assunto? Covardes, covardes que não têm coragem de debater o que ocorre no Brasil", acusou o líder do PT na Câmara, em discurso no plenário (Foto: Gisele Federicce)

247 - O líder do PT na Câmara, deputado Carlos Zarattini (SP), chamou de "covardes" os parlamentares da base do governo Temer por silenciarem a respeito do afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira 26.

Em discurso forte e contundente feito no plenário, o deputado se referiu ao fato de os parlamentares da base se agarrem à carta escrita pelo ex-ministro Antonio Palocci como escudo para ocultar a decisão do STF.

"Me espanta muito a liderança da base do governo ressaltar a carta do Palocci e não falar um pio sobre o afastamento do senador Aécio Neves. Eles querem fazer de conta que não aconteceu nada como Aécio. Ele foi afastado pelo STF e a base governista não toca nesse assunto? Covardes, covardes que não têm coragem de debater o que ocorre no Brasil", acusou Zarattini.

Segundo o líder petista, ao invés de a base aliada se preocupar com a "cartinha" do Palocci, deveria se ocupar com fato muito mais grave, que é afastamento do Aécio de suas funções de senador. "Não fiquem aqui festejando a carta do Antonio Palocci. Essa cartinha é um bilhetinho. E o povo brasileiro já sabe o objetivo dele (Palocci), que é entregar o Lula para assim, poder sair da cadeia. Esse é o objetivo", criticou.

Para Zarattini, o silêncio sobre fatos graves comprovados contra Aécio – "ícone" da mídia golpista que se aliou ao governo ilegítimo de Temer para derrubar a presidenta Dilma Rousseff, legitimamente eleita, demonstra a negação dessa ala que compõe o cenário político brasileiro, de não aceitar e enfrentar a realidade que bate às suas portas: o favoritismo do maior líder político da América Latina, Luiz Inácio Lula da Silva.

"Eles não querem reconhecer que Lula, apesar de todas as denúncias e acusações infundadas continua crescendo na opinião popular porque o povo já entendeu qual a jogada. O povo brasileiro já entendeu que o objetivo da Lava Lato é o mesmo objetivo dos golpistas: Tirar o Lula da disputa eleitoral. É impedir que se retome o processo de desenvolvimento em nosso País", alertou.

Carlos Zarattini observou ainda que esses fatos precisam ser debatidos e diluídos pela sociedade. "É lamentável o silêncio da base sobre o afastamento do Aécio Neves. Vamos discutir essas questões que dizem respeito à democracia do nosso País. Nós queremos garantir a democracia", afirmou.

"Todo nosso esforço para aprovar a Reforma Eleitoral, vai no sentido de garantir eleições democráticas e livres, porque isso está sob ameaça e não podemos aceitá-las. Temos que responder, garantindo o voto direto, que o voto popular seja respeitado e que a gente impeça todo tipo de arbitrariedade que reduz a democracia em nosso País", concluiu Zarattini.

Com informações do PT na Câmara

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247