Zarattini: só falta a demissão de Parente

O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) cobrou nesta quarta-feira, 23, a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente, responsável principal pelos sucessivos aumentos de combustíveis no Brasil, que fez a gasolina chegar a R$ 7 o litro; "Só falta a demissão de Pedro Parente para que seja refeita a política de combustíveis no País e resgatada a Petrobrás. Parente põe preços dos combustíveis nas nuvens, entrega Petrobras e pré-sal aos gringos e joga Brasil no caos", disse Zarattini

zarattini
zarattini (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) cobrou nesta quarta-feira, 23, a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente, responsável principal pelos sucessivos aumentos de combustíveis no Brasil, que fez a gasolina chegar a R$ 7 o litro.

"Só falta a demissão de Pedro Parente para que seja refeita a política de combustíveis no País e resgatada a Petrobrás. Parente põe preços dos combustíveis nas nuvens, entrega  e pré-sal aos gringos e joga Brasil no caos", disse Zarattini pelas redes sociais.

No início da noite desta quarta-feira, 23, a Petrobras abandonou a política desastrosa de Pedro Parente e reduziu o diesel em 10% por 15 dias; petroleiros e engenheiros da estatal apontam Parente como o grande responsável pela confusão geral no País (leia mais).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247