Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Corregedoria do MP vai investigar palestras de Deltan Dallagnol

A Corregedoria Nacional do Ministério Público instaurou na quarta-feira um procedimento para investigar a comercialização de palestras por parte do procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba e autor da denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; quando veio a público a informação de que as palestras de Dallagnol estavam sendo comercializadas por cerca de R$ 40 mil, o procurador divulgou nota e informou que estava utilizando os recursos para doação ou para um fundo de combate à corrupção; a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) reagiu e disse que os integrantes da força-tarefa estavam usando a Lava Jato para fazer fortuna; hoje ele fala para XP e Itaú

Fachin libera inquérito e Janot tem cinco dias para denunciar Temer

Carimbado como corrupto pela Polícia Federal e apontado como chefe da "maior e mais perigosa" organização criminosa do País pelo empresário Joesley Batista, Michel Temer deverá ser denunciado dentro de cinco dias úteis pelo procurador-geral Rodrigo Janot; isso porque o ministro Edson Fachin, confirmado nesta quinta-feira como relator das delações da JBS, liberou para o Ministério Público o inquérito sobre o caso, abrindo o prazo para a apresentação da denúncia; Temer deverá ser denunciado por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução judicial; desde o estouro do caso JBS, sua aprovação, que já era baixa foi a quase zero – hoje, ele é aprovado por apenas 2% dos brasileiros; denúncia da PGR pode sacramentar o fim do golpe que quebrou e desmoralizou o Brasil


Fechar