Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Laboratórios doam remédios vencidos, ganham isenção e Doria joga fora

Mais um escândalo atinge a administração de João Doria, prefeito de São Paulo eleito pelo PSDB; laboratórios farmacêuticos doaram à Prefeitura remédios praticamente vencidos, ganharam isenção fiscal e se livraram dos custos de descarte, mas os produtos, impróprios para uso humano, tiveram que ser jogados fora pela prefeitura; denúncia foi publicada nesta manhã pela CBN; Doria, que se vendia como "gestor" moderno, anunciou ontem que não disputará mais a presidência e disse que pode ser candidato a governador, mas escândalos recorrentes podem abalar suas pretensões políticas

Governo se torna cúmplice do racismo no caso EBC

O governo brasileiro decidiu não se manifestar sobre o deboche racista cometido por Laerte Rimoli, presidente da EBC, empresa pública de comunicação, que tirou sarro, nas redes sociais, da atriz Taís Araújo; procurada pela reportagem do 247, a comunicação da Presidência da República, subordinada a Moreira Franco, não se manifestou – o que indica que nenhuma medida será tomada contra o agressor; ontem, num vídeo histórico, o ator Pedro Cardoso deixou uma transmissão ao vivo, num protesto contra o racismo da EBC e do governo brasileiro; ainda assim, Rimoli será processado, uma vez que o racismo é crime inafiançável


Fechar