Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Dilma denuncia nova perseguição de Moro contra Lula

"Verdadeiro lawfare. Reinado da 'justiça do inimigo', retratado nessa arbitrariedade. Presto mais uma vez minha solidariedade a Lula", postou a presidente deposta Dilma Rousseff no Twitter, usando termos jurídicos que caracterizam perseguição para definir a decisão do juiz Sergio Moro que sequestrou, nesta semana, todos os imóveis do ex-presidente Lula e bloqueou R$ 606 mil em suas contas bancárias; "Sequestrar o imóvel em que Lula vive com a família e bloquear suas contas pessoais é uma perseguição. Uma nova injustiça", completou Dilma

Valério: Aécio levava 2% dos contratos com o BB desde o governo FHC

Delação do empresário Marcos Valério é bombástica e atinge não apenas o senador Aécio Neves (PSDB-MG), como também o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; no acordo, fechado com a Polícia Federal, Valério sustenta que suas agências de publicidade participaram do financiamento ilegal da atividade política de Aécio desde os anos 90; ele afirma ainda que o tucano recebia 2% do faturamento bruto dos contratos do Banco do Brasil no governo FHC; Valério também sustenta que parte dos recursos desviados da campanha pela reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB-MG), em 1998 — no processo que ficou conhecido como mensalão mineiro — abasteceu caixa 2 da campanha de Aécio a deputado federal


Fechar