Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


‘Me dá pena, pena pelo Brasil’, diz Mujica sobre manobra de Temer para se salvar na Câmara

Em entrevista à BBC, o ex-presidente uruguaio José "Pepe" Mujica afirma que o atual cenário político "gera a imagem de um Brasil muito doente" e lamenta a manobra feita para salvar Michel Temer da denúncia de corrupção passiva oferecida à Câmara pela Procuradoria-Geral da República; "Me dá pena. Pena pelo Brasil por ver o que aconteceu com uma comissão que estava estudando as eventuais acusações, em que tiveram que mudar a composição dessa comissão. E tudo indica que houve muita influência para poder colocar gente que não decepcionasse o governo", disse; ele afirma não acreditar em "nenhuma" nas acusações contra Lula e diz que as reformas do governo Temer representam "mais de 50 anos de atraso"

Dilma: o pato venceu

"Vitória do pato", postou Dilma Rousseff em sua conta no Twitter, em referência ao pato da Fiesp, que ganhou uma reedição nesta sexta-feira 21 em frente à sede da Federação, na Avenida Paulista, contra o aumento dos impostos executado pelo governo Temer; "Receituário do golpe: 1º cortaram gastos públicos a ponto de paralisar o governo; agora, aumentam impostos que pesam no bolso do povo", escreveu a petista; "Em vez de onerar os mais ricos para salvar o país de sua própria inépcia, aumentam impostos que o povo paga, como a Cide", completou; ela fez ainda duras críticas a colunistas de economia da grande mídia que “dizem amém” à decisão de Temer e lembra a diferença com que tratavam seu governo; “Pelo jeito, para tais ‘especialistas’, só governo ilegítimo e sem voto tem direito de aumentar tributos, até por decreto, como anunciado”, criticou


Fechar