Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Golpe avança e CCJ rejeita denúncia contra Temer

Por 39 votos favoráveis 26 contrários, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou o relatório do deputado Bonifácio Andrada (PSDB) que recomenda a rejeição da denúncia de organização criminosa e obstrução de Justiça contra Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco; mesmo com a decisão da CCJ, a palavra final sobre o prosseguimento ou não do processo para o Supremo Tribunal Federal (STF) cabe ao plenário da Câmara; votação ainda não tem data definida

Temer é monstro que traz grilhões de volta ao Brasil, diz chefe do MPT

O procurador-geral em exercício do Ministério Público do Trabalho (MPT), Luiz Eduardo Bojart classificou como "monstruosidade" a portaria do governo de Michel Temer que na prática permite a volta do trabalho escravo no Brasil; "Voltamos à situação de dois séculos atrás, quando o trabalho escravo exigia restrição à liberdade de locomoção, ou seja, tem que ter senzala, tronco, grilhões, chicote. O conceito moderno inclui condições análogas à escravidão, condições de trabalho degradantes. Então esse é um absurdo jurídico, uma monstruosidade", disse; para Borjat, Temer revoga, em troca de votos para se salvar na Câmara, uma política bem-sucedida, que ajudou a construir uma imagem internacional de referência no combate ao trabalho escravo; "O Brasil foi de um modelo no resto do mundo para um pária. Nós sabemos que o mercado internacional é muito fechado para países escravagistas, e essa repercussão está por vir"    


Fechar