Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.


Equipe de Janot já escreve 2ª denúncia contra Temer

Rodrigo Janot e sua equipe trabalham a todo o vapor para finalizar a segunda denúncia contra Michel Temer antes da troca de comando na Procuradoria-Geral da República, em 17 setembro;  Janot e equipe já estão até elaborando o texto básico da acusação; o trabalho deve ser concluído no início de setembro; caso está sendo mantido sob sigilo; denúncia será feita a partir do inquérito aberto pelo Supremo  para investigar Temer por corrupção, obstrução de justiça e organização criminosa; a primeira denúncia, bloqueada pela Câmara, Janot acusou Temer de corrupção passiva; agora resta saber se a nova acusação estará centrada em um ou nos dois crimes restantes; é certo, no entanto, que o procurador-geral usará elementos da delação do operador Lúcio Bolonha Funaro para reforçar a denúncia

Doria falta de novo ao trabalho, é chamado de fascista e vê totalitarismo

Em mais uma de suas viagens, desta vez ao Espírito Santo, onde foi fazer campanha presidencial antecipada, o prefeito de São Paulo, João Doria, classificou como totalitárias as críticas às suas viagens; Doria foi a Vila Velha receber um título de cidadão honorário sem jamais ter pisado na cidade – e foi recebido aos gritos de fascista, tendo que entrar pelos fundos para ganhar sua homenagem; "No dia que alguém for impedido pelo Ministério Público ou pelo desejo de petistas de viajar por seu próprio país, teremos instalada a ditadura e o totalitarismo", afirmou; críticas a Doria, no entanto, têm sido feitas por aliados como o governador Geraldo Alckmin, do PSDB, que o veem ausente do cargo para o qual foi eleito


Fechar