CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

48% da população diz que o auxílio emergencial é de responsabilidade do Congresso e não de Bolsonaro, aponta pesquisa

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

247 - Uma pesquisa realizada pela Quaest Consultoria aponta que 48% dos brasileiros afirmam que o Congresso Nacional é o maior responsável pela concessão do auxílio emergencial durante a pandemia, contra 40% dos que atribuem o benefício a uma decisão de Jair Bolsonaro. A pesquisa aponta, ainda, que a 66% dos entrevistados avaliam que redução do valor de R$ 600 para R$ 300 é de responsabilidade de Bolsonaro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outros 76% afirmam que o benefício deve continuar a ser pago até o final da pandemia do novo coronavírus. De acordo com reportagem da Coluna do Estadão, o cientista político e diretor da Quaest, Felipe Nunes, o estudo revela que o Congresso está conseguindo capitalizar a concessão do benefício. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pesquisa Quaest Consultoria  ouviu mil pessoas, entre os dias 21 e 24 de setembro, em 26 Estados e Distrito Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE