À PGR, Lula nega que tenha atuado contra Lava Jato

Em depoimento a procuradores na quinta (7), o ex-presidente Lula negou que tenha participado de uma trama para interferir na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e ainda que tenha uma relação próxima com o senador Delcídio Amaral; Lula descartou ter atuado para atrapalhar as investigações da Lava Jato; o ex-presidente teria voltado a negar ainda interferência nas diretorias da Petrobras, reforçando que há uma discussão política, com partidos e liderança da legenda, passando por triagem na Casa Civil e no Gabinete de Segurança Institucional

Em depoimento a procuradores na quinta (7), o ex-presidente Lula negou que tenha participado de uma trama para interferir na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e ainda que tenha uma relação próxima com o senador Delcídio Amaral; Lula descartou ter atuado para atrapalhar as investigações da Lava Jato; o ex-presidente teria voltado a negar ainda interferência nas diretorias da Petrobras, reforçando que há uma discussão política, com partidos e liderança da legenda, passando por triagem na Casa Civil e no Gabinete de Segurança Institucional
Em depoimento a procuradores na quinta (7), o ex-presidente Lula negou que tenha participado de uma trama para interferir na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e ainda que tenha uma relação próxima com o senador Delcídio Amaral; Lula descartou ter atuado para atrapalhar as investigações da Lava Jato; o ex-presidente teria voltado a negar ainda interferência nas diretorias da Petrobras, reforçando que há uma discussão política, com partidos e liderança da legenda, passando por triagem na Casa Civil e no Gabinete de Segurança Institucional (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em depoimento a procuradores na quinta-feira (7), o ex-presidente Lula negou que tenha participado de uma trama para interferir na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e ainda que tenha uma relação próxima com o senador Delcídio Amaral.

Segundo a Folha, Lula descartou ter atuado para atrapalhar as investigações da Lava Jato, como afirmou o congressista.

O ex-presidente teria voltado a negar ainda interferência nas diretorias da Petrobras, reforçando que há uma discussão política, com partidos e liderança da legenda, passando por triagem na Casa Civil e no Gabinete de Segurança Institucional. Ele reforçou que caberia ao Conselho Administrativo da Petrobras a indicação.

O depoimento de Lula foi prestado a três procuradores, na Procuradoria-Geral de República, sendo acompanhado por três advogados. A fala foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email