Alcolumbre minimiza insulto de Bolsonaro a Patrícia Campos Mello: "página virada"

Apesar do ataque de Bolsonaro contra a jornalista da Folha ter aberto até mesmo uma discussão sobre impeachment, presidente do Senado decidiu se esquivar do assunto: "Cada um conduz da sua maneira"

Jair Bolsonaro e Davi Alcolumbre
Jair Bolsonaro e Davi Alcolumbre (Foto: Marcelo Camargo/Ag.Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Presidente de uma das instituições responsáveis por assegurar a democracia no Brasil, o Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) resolveu se omitir com relação ao insulto de Jair Bolsonaro a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo.

“Do ponto de vista da instituição do Senado da República, acho que foi um episódio que é uma página virada, porque já aconteceu. Mas que a gente possa, daqui para frente, conduzir com mais respeito, com mais atenção porque vocês são atores importantes no fortalecimento das instituições”, disse Alcolumbre nesta quarta-feira (19) ao ser questionado por jornalistas sobre o assunto.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247