Alexandre Padilha propõe cota para funcionários trans em grandes empresas

A lei do deputado federal Alexandre Padilha (PT) se aplica a todas as empresas privadas com mais de 100 funcionários que recebam auxílio estatal ou contratos

Alexandre Padilha
Alexandre Padilha (Foto: GUSTAVO BEZERRA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Alexandre Padilha (PT) anunciou um projeto de lei nesta sexta-feira, 29, que exige uma cota de 3% para funcionários transgêneros em grandes empresas. Segundo ele, a medida ajudará as pessoas trans a escapar da pobreza e da marginalização.

A lei de Padilha se aplica a todas as empresas privadas com mais de 100 funcionários que recebam auxílio estatal ou contratos. O deputado afirmou que sua iniciativa visa combater a discriminação e as privações enfrentadas pelos trans brasileiros

“Eles têm que sobreviver sem poder frequentar a escola e, sem qualificação, não conseguem manter um emprego. É um efeito cascata ”, disse Padilha à Reuters.

O PL deve ser anunciado na semana que vem.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email