Após forte chuva e resistência, PM do DF desiste de destruir a Escola do Cerrado

Manifestantes acreditam que a PM possa fazer uma nova tentativa na manhã desta terça-feira e se organizam para resistir mais uma vez

Escola do Cerrado
Escola do Cerrado (Foto: Nayá Tawane)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No final da tarde desta segunda-feira (5), após uma forte chuva, a Polícia Militar do Distrito Federal, comandada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), desistiu de promover o despejo de famílias da ocupação CCBB e de destruir a Escola do Cerrado.

Uma nova tentativa pode ocorrer na manhã desta terça-feira (6). Manifestantes estão se organizando para dormirem no local ou retornarem para fazer a defesa das famílias e da escola também no início da manhã de terça.

Nesta segunda-feira, houve agressão por parte da PM contra manifestantes após os policiais destruírem a casa de uma moradora.

A Escola do Cerrado, no entanto, permaneceu intacta, graças a ação dos ativistas.

 

 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Thiago Ávila (@thiagoavilabrasil)

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email