Auxiliares de Bolsonaro defendem que governo não se envolva em caso de deputado preso por ordem do STF

De acordo com pessoas próximas a Jair Bolsonaro, o Planalto não deve interferir na prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), para evitar um novo tensionamento na relação com STF. Uma pessoa próxima a Bolsonaro disse que o parlamentar extrapolou o direito de se manifestar

(Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Auxiliares de Jair Bolsonaro defenderam que o Palácio do Planalto não se envolva na prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), levado por agentes policiais à cadeia por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, após o parlamentar ter divulgado um vídeo no qual proferia ataques e ofensas aos ministros da Corte. 

De acordo com pessoas próximas a Bolsonaro, o Planalto não deve interferir na prisão de Silveira, para evitar um novo tensionamento na relação com a Corte. A informação foi publicada em reportagem do jornal O Globo

Uma pessoa próxima a Bolsonaro disse que Silveira fez "ataques gratuitos e generalizados" e extrapolou o direito de se manifestar ao "desafiar, xingar e desqualificar" ministros do Supremo. Segundo este integrante do governo, apesar das divergências com a Corte, não há como o governo apoiar Silveira.

O deputado preso é investigado no inquérito dos atos antidemocráticos, que apura a organização e a realização de manifestações pró-golpe, que defendiam o fechamento do STF e do Congresso. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email