Bancada do PRB decide fechar voto pelo golpe

Bancada do PRB na Câmara deve anunciar ainda nesta terça-feira, 12, sua decisão de votar em peso a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff; o partido, que controlava o Ministério do Esporte, tem 22 deputados na Câmara, liderados pelo deputado Márcio Marinho; havia ainda quatro parlamentares indecisos, que teriam sido convencidos a aderir à posição em favor da ruptura da democracia

Bancada do PRB na Câmara deve anunciar ainda nesta terça-feira, 12, sua decisão de votar em peso a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff; o partido, que controlava o Ministério do Esporte, tem 22 deputados na Câmara, liderados pelo deputado Márcio Marinho; havia ainda quatro parlamentares indecisos, que teriam sido convencidos a aderir à posição em favor da ruptura da democracia
Bancada do PRB na Câmara deve anunciar ainda nesta terça-feira, 12, sua decisão de votar em peso a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff; o partido, que controlava o Ministério do Esporte, tem 22 deputados na Câmara, liderados pelo deputado Márcio Marinho; havia ainda quatro parlamentares indecisos, que teriam sido convencidos a aderir à posição em favor da ruptura da democracia (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A bancada do PRB na Câmara deve anunciar ainda nesta terça-feira, 12, sua decisão de votar em peso a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

O partido, que controlava o Ministério do Esporte, tem 22 deputados na Câmara. Segundo a colunista Natuza Nery, havia quatro parlamentares indecisos. Eles foram convencidos, contudo, a aderir à posição majoritária da bancada.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247