Bolsonaro admite eficácia do isolamento, apesar de não cumprir: 'não dá para evitar pandemia se você não ficar isolado'

"Quem está vivendo em sociedade mais cedo ou mais tarde vai pegar. Não tem como evitar morte no tocante a isso", completou Bolsonaro em fala a apoiadores nesta quinta-feira (23)

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em fala a apoiadores nesta quinta-feira (23) no Palácio do Alvorada, Jair Bolsonaro cometeu um ato falho e admitiu a eficácia do isolamento social como medida de combate ao coronavírus, mesmo se mostrando contra a estratégia desde o início da pandemia e descumprindo as orientações de autoridades sanitárias. Nesta quinta, por exemplo, Bolsonaro rompeu o isolamento, passeando de moto no Alvorada e conversando sem máscara com garis.

Com o Brasil registrando mais de 80 mil mortes por Covid-19, Bolsonaro também falou que não há como evitar o avanço da pandemia e chegou a dizer que ninguém morreu por falta de atendimento médico no País.

Respondendo a um apoiador que comentou o número de mortes na Argentina, Bolsonaro disparou que "isso não tem nada a ver. A questão da pandemia não tem como, não existe como evitar se você não ficar isolado em um canto aí, aí você pode evitar. Fora isso, quem está vivendo em sociedade mais cedo ou mais tarde vai pegar. Não tem como evitar morte no tocante a isso. No Brasil ninguém morreu, pelo que eu tenho conhecimento, por falta de atendimento médico, ninguém morreu. Todos os recursos o governo repassou aos estados e municípios".

Jair Bolsonaro afirmou ainda que há estudos internacionais que apontam para a inexistência de risco de contaminação para outras pessoas por parte de alguém com o coronavírus desde que o paciente já esteja isolado por 14 dias e voltou a ignorar a ciência ao dizer que já 'estaria livre' após ser infectado, uma vez que ainda não há comprovação de imunidade nesses casos. "Tem protocolo internacional que depois do 14º dia, mesmo dando presença de vírus, a pessoa pode trabalhar. Mas comigo, se eu sair daqui sem dar negativo... [inaudível]. Nos próximos dias eu faço mais um teste. A vantagem é que eu estou livre já né".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247