Bolsonaro confirma intenção de recriar pasta da Segurança

Jair Bolsonaro tem um encontro nesta quinta-feira (4) com o Capitão Augusto (PL-SP), líder da Frente Parlamentar da Segurança Pública, a chamada bancada da bala. De acordo com o parlamentar, a ideia é que a recriação ocorra até julho. O nome indicado pela bancada para assumir a pasta é o do ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF)

(Foto: Marcos Corrêa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro confirmou que tem intenção de recriar o Ministério da Segurança Pública. A decisão já é dada como certa no Palácio do Planalto, mas não há data para ser efetivada. "Existe a possibilidade", afirmou Bolsonaro. O nome indicado pela bancada para assumir a pasta é o do ex-deputado Alberto Fraga (DEM), amigo de Bolsonaro.

"Se decidir voltar (com o Ministério da Segurança Pública), já vou anunciar o nome do ministro antes de começar a tramitar o projeto", afirmou Bolsonaro, em referência ao fato de que a criação de pastas deve passar pelo Congresso. A declaração foi concedida na noite de terça-feira (2).

Bolsonaro tem um encontro nesta quinta-feira (4) com o Capitão Augusto (PL-SP), líder da Frente Parlamentar da Segurança Pública, a chamada bancada da bala. De acordo com o parlamentar, a ideia é que a recriação ocorra até julho. 

Questionado pela imprensa, Bolsonaro não quis se comprometer com a indicação de Fraga. "Não vou dizer que seja ele nem que não seja. Sou amigo do Fraga desde 1982. Ele está livre de todos os problemas que teve aí, é um grande articulador. Ele é cotado aí, mas nada de bater o martelo não", declarou. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email