Bolsonaro diz que 'morre mais gente de pavor' do que de Covid-19

Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social e afirmou, durante transmissão acreditar que “mais importante que a vida, é a liberdade”

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro voltou a debochar das vítimas de Covid-19 nesta quinta-feira, 21, dia em que o Brasil ultrapassou as 20 mil mortes por coronavírus, das quais 1.188 mortes nas últimas 24 horas

"Pessoal tem gente morrendo todo dia. A gente lamenta. Morre muito mais gente do pavor do que o ato [coronavírus] em si. O pavor também mata, leva ao estresse, leva ao infarto…", disse Bolsonaro em sua live semanal as redes sociais.

Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social e afirmou, durante transmissão acreditar que “mais importante que a vida, é a liberdade”.

Assista:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247