Bolsonaro diz que Polícia Federal agiu de má-fé no caso do ministro do Turismo

Em processo de fritura no próprio partido, Bolsonaro desqualificou a Política Federal e o inquérito aberto contra seu ministro do turismo acusado de prática de caixa 2 e de patrocinar candidaturas laranja em Minas Gerais. O ex-capitão diz que a Polícia Federal agiu de 'má-fé'

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em processo de fritura no próprio partido, Bolsonaro desqualificou a Política Federal e o inquérito aberto contra seu ministro do turismo acusado de prática de caixa 2 e de patrocinar candidaturas laranja em Minas Gerais. O ex-capitão diz que a Polícia Federal agiu de 'má-fé'. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "em live semanal, transmitida nas redes sociais, ele afirmou que o responsável pela investigação policial “agiu de má-fé”, que houve “exagero” no inquérito e que a intenção não foi atingir o ministro, mas sim o presidente da República."

Bolsonaro disse: "o delegado da Polícia Federal fez uma pergunta para o cara lá. 'Esse recurso, que seria o caixa dois, foi usado na campanha do presidente Jair Bolsonaro?' Ele disse: 'Acho que sim'. Pronto, me carimbaram no processo. Isso aí é uma covardia. Quem fez esse inquérito aí agiu de má-fé. Ou devia se aprofundar. 'Acho?' Essa é a pergunta que se faz? O cara fala 'acho' e bota lá?”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email