Bolsonaro elevou em 30% a segurança da presidência

Após a posse de Jair Bolsonaro, a Presidência da República elevou em 30% o efetivo de agentes de segurança à disposição do político, do vice Hamilton Mourão e das suas famílias. O número de profissionais da área passou de pouco menos de 700, em 2018, para 918 em 2019

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após a posse de Jair Bolsonaro, a Presidência da República elevou em 30% o efetivo de agentes de segurança à disposição do político, do vice Hamilton Mourão e das suas famílias. A informação é do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), de acordo com reportagem do jornal O Globo.

Em edital para a compra de equipamentos de segurança, o GSI afirmou que “houve a decisão de aumento do efetivo” após a posse do novo governo. 

Ainda de acordo com o GSI, o número de agentes passou de pouco menos de 700, em 2018, para 918 em 2019, acrescenta a reportagem. 

“O efetivo do Departamento de Segurança Presidencial é ajustado conforme múltiplas condicionantes” e ressaltou que o número de pessoas protegidas no mandato atual é maior do que no anterior, de Michel Temer, porque a Vice-Presidência estava vaga. “O efetivo atual está adequado à garantia da segurança presidencial, considerados os diversos fatores que a condicionam”, informou o ministério. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247