Bolsonaro nega que Kassio Nunes tenha sido contra a extradição de Battisti

Em 2015, o desembargador Kassio Nunes votou para suspender a decisão de primeira instância que determinava a deportação do militante italiano Cesare Battisti para a França

Desembargador Kassio Nunes Marques, do TRF1
Desembargador Kassio Nunes Marques, do TRF1 (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro disse ser "mentira" que o desembargador Kassio Nunes, indicado por ele para substituir Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF), tenha emitido decisão para que o italiano Cesare Battisti não fosse extraditado do Brasil, segundo a CNN.

Em 2015, o desembargador votou para suspender a decisão de primeira instância que determinava a deportação do militante italiano, que vivia no Brasil protegido por uma decisão de Lula, para a França.

"A política era privativa do presidente Lula, ele que decidiu que ele ficasse no Brasil e o Supremo tinha decidido. Em consequência, não pode um juiz de primeira ou segunda instância, modificar uma decisão do Supremo Tribunal Federal" argumentou Bolsonaro, sobre Nunes. 

"Ele acompanhou o relator. Então, por causa disso, ele agora deu decisão pra ficar no Brasil? Mentira!" concluiu.

Bolsonaro ainda lamentou as críticas que tem sofrido por causa da indicação de Nunes ao STF. Não só um setor da direita e da esquerda criticaram a indicação, como também ativistas bolsonaristas.

"Ele [Kassio Nunes] vai pro Supremo. Agora, é uma covardia o que tão fazendo com ele. Ou vocês confiam em mim, ou não", disse. "Culpar o juiz, desembargador, na época, como responsável por Battisti ter ficado no Brasil, é um covarde o cara que acusa que faz uma acusação dessa daí”, continuou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247