Bolsonaro: nosso desafio é entregar um país melhor em 2023 ou em 2027

Em evento nesta quinta-feira (18) para marcar os 200 dias de seu governo, Jair Bolsonaro, mais uma vez, flertou publicamente com a possibilidade de disputar a reeleição ao afirmar que seu desafio é entregar ao sucessor um país melhor em 2023 ou em 2027

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

Lisandra Paraguassu e Marcela Ayres (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro usou nesta quinta-feira um evento para marcar os 200 dias de seu governo para, mais uma vez, flertar publicamente com a possibilidade de disputar a reeleição ao afirmar que seu desafio é entregar ao sucessor um país melhor em 2023 ou em 2027.

“Temos grande desafio, entregar em 2023 ou 2027 um Brasil melhor a quem nos suceder”, disse Bolsonaro no discurso.

O presidente também voltou a falar da possibilidade de indicar o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, para embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Num evento em que esteve presente o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), Bolsonaro disse ter certeza que seu filho passará por uma sabatina rigorosa na Comissão de Relações Exteriores do Senado e que teria o nome aprovado pelos senadores.

O presidente disse também que, caso Eduardo seja rejeitado pelo Senado, poderia indicar o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, como embaixador em Washington e nomear o filho como chanceler.

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247