Brasília pode ser sede do Fórum Mundial da Água

Representantes do Conselho Mundial da Água receberam o compromisso da Casa em apoio a candidatura de Brasília para sede do 8º Fórum Mundial da Água, em 2018

Representantes do Conselho Mundial da Água receberam o compromisso da Casa em apoio a candidatura de Brasília para sede do 8º Fórum Mundial da Água, em 2018
Representantes do Conselho Mundial da Água receberam o compromisso da Casa em apoio a candidatura de Brasília para sede do 8º Fórum Mundial da Água, em 2018 (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Senado - Representantes do Conselho Mundial da Água receberam nesta quinta-feira (22) o compromisso do Senado de apoio à candidatura de Brasília para sede do 8º Fórum Mundial da Água, em 2018. O grupo foi recebido na Comissão de Meio Ambiente (CMA) pelo senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) e também foi saudado pelos senadores Jorge Viana (PT-AC), vice-presidente do Senado, e Sérgio Souza (PMDB-PR).

Realizado a cada três anos, o fórum se propõe a ser um espaço para o diálogo e a busca de estratégias de uso racional e sustentável da água no planeta. A última edição do evento, em 2012, reuniu 35 mil pessoas de 147 países em Marselha, na França. A próxima edição será na Coreia do Sul, em 2015.

Nove países apresentaram candidatura para acolher a edição de 2018. Brasília é finalista, em disputa com a Dinamarca. Os representantes do Conselho Mundial da Água estão em Brasília para avaliar se a cidade reúne condições para abrigar a oitava edição do fórum.

Ao receber o grupo, Rollemberg disse que o Senado está pronto para apoiar o evento. Ele também ressaltou que Brasília tem se preparado para acolher grandes eventos esportivos e estará preparada para receber o 8º Fórum Mundial da Água.

– Além disso, o país tem feito um esforço que precisa ser reconhecido na gestão das águas. O Brasil detém 12% da água doce superficial do planeta, além de grandes aquíferos subterrâneos. E será a primeira vez que o fórum será realizado no hemisfério sul – disse Rollemberg, em referência ao fato de os encontros anteriores terem ocorrido em países da Europa, no México e no Japão.

Também o senador Jorge Viana reafirmou o apoio do Parlamento e destacou a importância do Fórum Mundial da Água como espaço de interlocução para governos e sociedade civil.

Nesse aspecto, Ken Reid, que integra o grupo de avaliadores do Conselho Mundial da Água, destacou as oportunidades dos encontros para troca de experiências e engajamento da comunidade mundial em torno de estratégias para o uso racional dos recursos hídricos.

Conforme Ricardo Andrade, superintendente da Agência Nacional de Águas (ANA), o fórum difere de outros eventos mundiais de meio ambiente, como a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, por não estar condicionado à assinatura de protocolos. A principal característica do evento, frisou, é promover o compartilhamento de experiências positivas e boas práticas.

– O Brasil tem experiência de sustentabilidade que podemos mostrar ao mundo. Além disso, estamos apresentando ao Conselho Mundial da Água a possibilidade de trazer o oitavo fórum para o hemisfério sul – disse, ao classificar como fundamental o apoio do Senado para que Brasília seja escolhida como sede do evento.

O grupo de avaliadores do conselho reuniu-se ontem com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. Hoje, além da visita ao Senado, buscará informações sobre infraestrutura hoteleira, mobilidade urbana e segurança, entre outros aspectos da cidade. O resultado sobre a escolha da sede para o fórum de 2018 será anunciado no início do próximo ano.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email