Brasília tem 10.376 confirmações de dengue

De janeiro a 16 de abril, foram registradas 10.376 confirmações de dengue em moradores da capital federal, segundo a Secretaria de Saúde; ao todo, foram 13.748 suspeitas da doença neste ano; Brazlândia lidera o ranking de regiões administrativas com maior número de pessoas com dengue, concentrando 16% do total (1.673) no Distrito Federal; também foram registrados 495 casos suspeitos da febre chikungunya, dos quais 416 (84%) de residentes do DF e 79 (16%) de outras unidades da Federação; os dados constam do Informativo Epidemiológico nº 16

Mosquito Aedes aegypti em laboratório de Cali, na Colômbia. 02/02/2016 REUTERS/Jaime Saldarriaga
Mosquito Aedes aegypti em laboratório de Cali, na Colômbia. 02/02/2016 REUTERS/Jaime Saldarriaga (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paloma Suertegaray, da Agência Brasília - De janeiro a 16 de abril, foram registradas 10.376 confirmações de dengue em moradores da capital federal, segundo a Secretaria de Saúde. Os dados constam do Informativo Epidemiológico nº 16, divulgado nesta quarta-feira (20). Ao todo, foram 13.748 suspeitas da doença neste ano.

Brazlândia lidera o ranking de regiões administrativas com maior número de pessoas com dengue, concentrando 16% do total (1.673) no Distrito Federal. Em seguida, vêm Ceilândia (1.154), São Sebastião (955), Taguatinga (856), Planaltina (850) e Samambaia (523). Essas cinco primeiras localidades respondem, juntas, por 58% dos registros (6.011).

Das unidades federadas, o estado de Goiás apresentou 99% das confirmações da doença notificadas no DF. Os municípios com maior número de casos são Águas Lindas de Goiás (635), Luziânia (268), Padre Bernardo (166), Cidade Ocidental (131), Santo Antônio do Descoberto (84) e Valparaíso de Goiás (80).

Quanto à gravidade da doença e às mortes, desde o início do ano, foram registrados 27 casos classificados como dengue grave. Desses, 14 são de moradores do DF, dos quais sete resultaram em morte. Os outros 13 são de residentes de Goiás. Deles, seis evoluíram a óbito.

Zika e chikungunya
O boletim semanal traz ainda números sobre chikungunya e zika vírus, ambos também transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti. Até o momento, foram registrados 495 casos suspeitos da febre chikungunya, dos quais 416 (84%) de residentes do DF e 79 (16%) de outras unidades da Federação.

Desde janeiro, 50 moradores de Brasília foram diagnosticados com zika, quatro a mais do que no informe anterior da Secretaria de Saúde. Segundo o levantamento, 66% dos casos foram contraídos no DF, em 17 regiões administrativas. De dezembro até a 15ª semana epidemiológica, ainda, 24 gestantes foram infectadas com o zika virus — 14 de Brasília, 9 de Goiás e 1 de Mato Grosso.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247