Câmara aprova aumento de pena para quem adquirir auxílio emergencial de forma irregular

O projeto ainda precisa ser aprovado no Senado

(Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira, 5, um projeto que muda o Código Penal e estabelece novos tipos de estelionato e amplia a pena em ⅓, conforme noticiou a Veja. Isso é válido, por exemplo, para quem recebe o auxílio emergencial do governo de forma irregular.

A proposta é do deputado Rubens Bueno (Cidadania-PR) e prevê aumento de pena para quem praticar crime contra a administração pública. O projeto ainda precisa ser aprovado no Senado.

“Hoje os crimes de estelionato, por serem considerados de médio potencial ofensivo, são punidos com pena de reclusão, de um a cinco anos, o que pode trazer benefícios ao agente como o da suspensão condicional do processo. E é notório que eles causam graves prejuízos para famílias e também para a administração pública, ainda mais nesse momento de pandemia, quando golpistas se aproveitam da tragédia que vivemos. Nada mais justo do que aumentar a pena para esse tipo de criminoso”, diz Bueno.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247