Câmara conclui votação, e projeto que afrouxa punição eleitoral vai ao Senado

A Câmara dos Deputados concluiu a votação do projeto de lei que afrouxa punições eleitorais e reestabelece a veiculação da propaganda partidária no rádio e na TV. Um destaque aprovado amenizou mais ainda a punição às siglas que tenham a sua prestação de contas rejeitada pela Justiça.

Plenário da Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados (Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Câmara dos Deputados concluiu a votação do projeto de lei que afrouxa punições eleitorais e reestabelece a veiculação da propaganda partidária no rádio e na TV. Um destaque aprovado amenizou mais ainda a punição às siglas que tenham a sua prestação de contas rejeitada pela Justiça. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "pelo texto, só será aplicada multa e cobrado o ressarcimento aos cofres públicos caso seja provada conduta dolosa do partido — ou seja,se a legenda agiu com pleno conhecimento de que estava cometendo uma infração. O projeto segue agora para votação no Senado."

A matéria ainda sublinha que "o texto não estabelece valor para o fundo eleitoral, que será definido na discussão do Orçamento-2020.  A expectativa de boa parte dos partidos é a de que o valor de R$ 1,7 bilhão distribuído em 2018 seja reajustado acima da inflação para o pleito do ano que vem, mas essa definição só deve ocorrer no final do ano."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247