Centrão de Lira e Pacheco está de olho no extinto Ministério do Esporte, que pode ser recriado por Bolsonaro

Jair Bolsonaro também deve recriar os ministérios da Cultura e da Pesca e realizar uma reforma ministerial após os resultados das eleições no Congresso

(Foto: Divulgação/Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro, além de oferecer emendas parlamentares, busca agora recriar ministérios extintos caso seus aliados, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), vençam a eleição para presidência da Câmara e do Senado, respectivamente.

A movimentação do governo federal no Congresso reforça a aliança de Bolsonaro com um setor do Centrão, que está de olho nos extintos ministérios do Esporte, da Cultura e da Pesca. Bolsonaro afirmou que poderia recriar o ministério caso seus candidatos sejam vencedores, segundo reportagem da CNN.

"Se tiver um clima no Parlamento, pelo o que tudo indica as duas pessoas que nós temos simpatia devem se eleger, não vamos ter mais uma pauta travada, a gente pode levar muita coisa avante, quem sabe até ressurgir os ministérios, esses ministérios", afirmou.

Segundo a reportagem, quem deve ficar com o cargo do Esporte é o Progressistas, de Lira, que deve indicar a deputada federal Celina Leão, que oi secretária de Esporte e Lazer do governo do Distrito Federal até o dia 11 de dezembro, quando retomou o mandato na Câmara.

Já no caso da Pesca e da Cultura, Bolsonaro deve dar o comando das pastas aos atuais secretários Seif Júnior e Mário Frias, respectivamente. 

A reforma ministerial que o governo federal deve realizar após as eleições no Congresso também deve influenciar no Ministério da Cidadania, atualmente ocupado por Onyx Lorenzoni. A pasta deve ir ao Republicanos, enquanto Onyx seria transferido para a Secretaria-Geral da Presidência.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email