Com fracasso do Renda Brasil, Congresso articula criação de novo programa de renda mínima

Bolsonaro enterrou o Renda Brasil, mas o Congresso quer acelerar a discussão de projetos que tentem criar um programa de renda mínima mais abrangente que o Bolsa Família. O Líder do PSB na Câmara, deputado Alessandro Molon (RJ), afirma que o partido deve apresentar um novo projeto para criar essa renda

(Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Congresso decidiu acelerar as discussões pela criação de um novo programa de renda mínima, seguindo a lógica de apagar a presença da marca Bolsa Família. O deputado do PSB, Alessandro Molon, disse: “nem todo mundo receberá, apenas uma parte da população, que necessite. Que parte é essa, a gente vai decidir."

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “do mesmo partido de Molon, o deputado Felipe Rigoni (ES), que faz parte da frente parlamentar mista em defesa da renda básica, afirmou que o grupo ainda não se reuniu para definir uma estratégia em reação à desistência de Bolsonaro de lançar o Renda Brasil.”

A matéria ainda acrescenta que “se as discussões em torno de uma renda mínima universal não alcançarem o apoio do governo, Rigoni afirmou ser favorável a retomar a agenda de desenvolvimento social, uma série de propostas lançadas no ano passado e que conta com o apoio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247